Regularização de dívidas: Como negociar suas dívidas em 6 passos

Regularização de dívidas

Se você sofre com para regularização de dívidas, esse post é para você. Segundo a CNC– Confederação Nacional do comércio de bens, serviços e turismo, de março de 2010 até março de 2022, o Brasil mostrou uma alta no número de pessoas endividadas, um total de 27% a mais do que em 2010.

A pesquisa feita em fevereiro de 2022, mostra ainda, que mais de 76% das pessoas entrevistadas possuem alguma dívida e desses, mais de 10% não conseguem honrar com seus compromissos financeiros.

Apesar da pandemia que causou muito desemprego, além da alta da inflação e dos juros, as dívidas acabam com nosso sono e nossa paz, mas com alguns ajustes nos hábitos da família e das contas mensais, é possível corrigir estes problemas, e um deles é buscando a renegociação de dívidas.

A alternativa é a melhor saída para se livrar das dívidas ou organizá-las para serem colocadas em dia e possíveis de serem pagas. Confira como negociar suas dívidas com seus credores em 6 passos.

  1. Para regularização de dívidas, Solicite a empresa credora o valor total da dívida

Em primeiro lugar, peça a empresa credora qual o valor da sua dívida, a quanto tempo está correndo essa pendência e quais os juros aplicados sobre ela. Faça as contas e confira se está tudo certo e repita isso com todas as empresas que tiver alguma dívida.

Lembre-se de pedir o valor até a data da ligação e pergunte se existe uma data limite para entrar novamente em contato para fazer a renegociação. Geralmente as empresas credoras fazem isso com o intuito de oferecer descontos para a quitação ou parcelamento da dívida, por isso é importante estar atento.

  1. Organize uma planilha ou aplicativo de finanças pessoais todas as dívidas pendentes

Se possui mais de uma dívida na praça, é hora de dispor tudo em uma planilha para ter uma ideia visual do tamanho da conta a ser paga no total. Caso uma planilha seja algo muito complexo para você, opte por aplicativos de finanças pessoais que ajudam bastante.

Nestes aplicativos, é possível colocar o quanto você ganha mensalmente, o valor de suas dívidas mensais e fixas, e o valor das contas não fixas, e que entra essa regularização. Não deixe de completar essa lista mensalmente, pois ajuda a evitar perder dinheiro com futilidades ou gastar além do normal com coisas básicas.

  1. Analise os recursos que possui para quitação de cada dívida

Toda empresa credora quer ser paga e se a dívida já tem um tempo e um valor alto, é hora de sentar e conversar as melhores formas de fazer o pagamento e acabar com o problema.

Entenda como a empresa trabalha e quais as suas condições para quitação ou parcelamento da dívida. Às vezes, as condições são tão boas que é possível quitar caso o desconto seja bem amigável. Aprenda a negociar e lembre-se que isso é fundamental para elevar seu score e garantir um novo crédito para o futuro.

  1. Aperte o cinto e não gaste além do que for extremamente necessário

“Quem poupa sempre tem”, já dizia nossos avós com sabedoria. Quando procuramos guardar dinheiro ao invés de gastar com tudo o que observamos pela frente, teremos dinheiro para fazer sonhos maiores se concretizarem, como uma viagem internacional ou a compra de uma casa.

Por isso, aprenda a segurar as pontas e apertar o cinto enquanto estiver pagando a renegociação de suas dívidas. Apenas gaste com o necessário e caso o salário aumente, aprenda a poupar para logo quitar a negociação e ficar livre para gastar de novo, mas agora com mais consciência, valorizando seu dinheiro.

  1. Cuidado com as propostas de regularização de dívidas e não aceite a primeira logo

Muitas empresas credoras poderão oferecer opções e condições que aparentam ser boas, mas é preciso analisar várias situações antes de fechar negócio. Por exemplo, observe os juros que serão administrados nessa negociação, se as parcelas poderão ser quitadas várias de uma vez no futuro e se seu orçamento familiar comportará mesmo o que pretende fazer.

Caso tenha alguma dúvida quanto a proposta oferecida, seja pelo cálculo feito, juros e condições legais, busque uma empresa séria que te ajude a fazer uma renegociação legal, justa e sem dores de cabeça a longo prazo.

  1. Como regularizar suas dívidas e ficar tranquilo?

A regularização de dívidas é muito importante para colocar suas contas em dia, e fazê-lo sozinho pode ser complexo, dependendo da empresa credora e da situação do crédito ou processo judicial presente. Para resolver e te ajudar nessa negociação com chance de sucesso, conte com o auxílio da Help Technology.

Na Help, encontre um time de profissionais preparados para pegar seu caso e buscar todas as soluções para que você tenha seu crédito recuperado no mercado e negociação que cabe perfeitamente em seu bolso.

Entre em contato em nosso WhatsApp 4746-8556 e veja esta e outras soluções que a Help pode fazer por você, seus negócios e, também por sua saúde.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *