Mães Empreendedoras: 8 ideias de negócios para empreender

empreender
Este artigo é para você, mamãe, que sonha em empreender e ser dona do seu próprio negócio, mas não sabe por onde começar ou tem medo de optar por um mercado complicado.

 

Maio é o mês das mães! Elas que são exemplo de superação, força e garra. Ser mãe é ocupar um lugar muito especial e importante, mas que nem sempre é fácil. 

Conciliar o trabalho com a maternidade é o que faz muitas mulheres tomarem a decisão de empreender. Afinal, o mercado de trabalho ainda não está preparado para respaldar e apoiar o trabalho de mães, que muitas vezes são demitidas ou encontram dificuldades em conseguir empregos.

É no empreendedorismo que muitas mães encontraram o equilíbrio ideal entre maternar e ser uma mulher de negócios. Com horários mais flexíveis e a possibilidade de trabalhar de casa, empreender tem sido a saída que elas encontraram de trazer o sustento para suas casas.

Apesar de ser um baita desafio, afinal começar um negócio do zero envolve muito planejamento e estratégia, existem muitos negócios ideais para mulheres com filhos pequenos ou que planejam se tornar mães e querem ter mais tempo com os filhos.

Este artigo é para você, mamãe, que sonha em empreender e ser dona do seu próprio negócio, mas não sabe por onde começar ou tem medo de optar por um mercado complicado.

empreender

Escolhendo o segmento e tipo de negócio

Empreender para ter mais tempo com os filhos é uma ideia maravilhosa que pode sim funcionar. Mas existem cuidados e observações que precisam ser feitas para que não haja erros no futuro. 

Abrir um negócio do zero exige muita dedicação, pois para gerar lucro e uma receita suficiente para se manter, o seu negócio precisa crescer

Além de estudos, planejamento e estratégia, você vai precisar se dedicar no começo, e isso pode tomar tempo. 

Mas vale a pena! Mesmo que tome tempo, você ainda terá tempo de qualidade com o seu filho, que está longe de ser o mesmo tempo que teria se trabalhasse fora. O segredo é saber até onde você quer que o seu negócio chegue, o quanto você quer que ele cresça e qual estratégia você vai traçar.

Muitas mães não querem que o negócio cresça demais, pois as demandas dobram e o tempo fica ainda mais curto. E tudo bem! Por isso, neste artigo vamos apresentar 8 ideias negócios para empreender e se tornar uma mamãe empreendedora de sucesso!

Marketing Digital

O Marketing Digital possibilita um leque de opções de trabalhos que podem ser feitos em home office e com horários flexíveis. Por só precisar de internet e um computador, você pode trabalhar de qualquer lugar e com várias coisas. 

A maioria dos serviços prestados no marketing digital, também podem ser realizados como autônoma ou freelancer. Nesses casos, recomendo que monte um portfólio mostrando os seus trabalhos anteriores e de maior sucesso para apresentar às empresas.

Empreendimentos no ramo do Marketing Digital:

1. Produção de conteúdo digital

Muitas mães crescem na internet mostrando o seu dia a dia, falando sobre sua rotina de cuidados e dando dicas para outras mães. 

Se você tem afinidade com redes sociais e Internet, você pode produzir conteúdos (que não precisam ser sobre maternidade) nas redes sociais e conquistar uma audiência e um espaço nas redes sociais. 

Você pode ganhar dinheiro fazendo publicidade para marcas que se interessarem pelo seu conteúdo, anunciando os produtos e serviços nas suas redes sociais ou site.

Se você não quer usar a sua imagem ou ser o centro dos conteúdos, você pode trabalhar para outras marcas e empresas, produzindo peças de design ou elaborando os conteúdos dos posts. 

É essencial ter um conhecimento básico de design e redes sociais, como tendências, como se comunicar com o público e em qual área você gostaria de trabalhar.

Se você estudou ou trabalhava com RH, por exemplo, você pode criar conteúdos online dando dicas para profissionais da área. Um canal no YouTube pode gerar renda com as visualizações e anúncios. 

2. Franquias virtuais

As franquias virtuais são uma ótima opção para empreender trabalhando em home office. Basicamente, você investe em alguma rede de franquias (uma loja de cosméticos ou de roupas, por exemplo) e adquire uma licença para vender os produtos de uma marca.

A maior vantagem de ser um franqueado, é não precisar ter um estoque nem se preocupar com o embalo e envio dos produtos. Você só vai divulgar os produtos, captar clientes e realizar as vendas online. 

O embalo, distribuição e armazenamento dos produtos são por conta da rede franqueadora.

Trabalhar com franquias permite que você trabalhe de qualquer lugar do Brasil, sem precisar sair de casa. No entanto, é necessário fazer um investimento inicial. O retorno dos investimentos geralmente é obtido rapidamente e depende de cada franquia.

Clique aqui para conhecer franquias baratas e lucrativas para investir e saiba como funciona. 

3. Gestão de redes sociais

Você pode gerenciar as redes sociais de uma empresa tanto como freela ou como CLT. Muitas vagas são justamente para trabalhar em home office. 

Se quiser atuar como uma gestora de redes sociais recomendo que estude sobre campanhas de Google Ads e Social Ads, SEO e Google Analytics, design e edição e desenvolva sua escrita. 

A gestão de redes sociais envolvem:

  • Monitorar perfis de redes sociais
  • Fazer posts nas redes sociais
  • Realizar campanhas com Google Ads e Social Ads
  • Fazer planejamento das redes sociais 
  • Analisar as métricas e estatísticas das redes
copywriter
4. Copywriter

O copywriter é quem vai criar textos publicitários com foco em atrair clientes e gerar leads. Este profissional será responsável por:

  • Criação de textos persuasivos para página de vendas, texto para site, texto para blog, etc.
  • E-mail marketing
  • Criação de texto para Ads Roteiros para VSL e Script de Vendas;
  • Pesquisa (Público, Persona e Mercado)
  • Apoio e criação de Motes de Campanha
  • Criação e definição de linha editorial
  • Apoio e formatação de ofertas para clientes
E-commerce

O e-commerce consiste na venda de produtos online. Você pode criar um site (existem diversas plataformas de hospedagem gratuita para criação de site, como o WordPress) e vender todo tipo de produto online. 

Outra dica é vender na Shopee. Basta anunciar os produtos, definir os preços e lançar sua lojinha online. A vantagem da Shopee é que o próprio site é encarregado do frete dos produtos. Nem o vendedor nem o cliente precisa pagar pelo envio.

As redes sociais são grandes aliadas de quem quer empreender na internet, pois através delas você pode fazer campanhas e alcançar o seu público-alvo pagando bem barato pelos anúncios. 

Clique aqui para saber como o Instagram Shopping funciona e como vender por meio do Instagram. 

Opções de e-commerces:

5. Brechó online

Os brechós têm crescido muito na Internet. Por ser mais barato e oferecer peças únicas e vintage, o brechó se tornou o novo queridinho de quem está à procura de roupas na internet. 

Você pode começar a empreender fazendo curadorias no seu bairro, procurar doações e anunciar num site, ou mesmo no Enjoei e Shopee. Fique atenta às tendências de moda e o interesse do público. Prefira anunciar roupas que estão dentro das tendências para não correr o risco da roupa ficar parada no estoque.

Reserve um local na sua casa para guardar as roupas, invista em fotos bem produzidas das peças e esteja presente nas redes sociais. 

6. Artesanato

O artesanato está com tudo ultimamente e as pessoas estão criando coisas incríveis! Desde porta joias de argila decorados até brincos e colares feitos com metal e cristais. 

O mercado é enorme e não é tão difícil de produzir. Se você já tem afinidade e facilidade com trabalhos manuais, pode ser uma boa opção para começar a empreender. 

Procure e informe-se bem sobre o mercado do produto que você quer produzir, qual o seu público-alvo, qual o preço médio e analise a concorrência. Você pode aprender muito com os concorrentes no começo.

No começo, você vai precisar fazer um investimento para adquirir os materiais e produzi-los. Faça um planejamento estratégico, tenha um site e invista nas redes sociais.

7. Ramo alimentício

Empreender neste ramo pode ser mais desafiador, pois você vai precisar encontrar uma forma de entregar os pedidos e ter tempo para cozinhar. Mas pode dar muito certo. 

Você pode fazer bolos, brigadeiros gourmet, quentinhas e marmitas, pop cake, bolo de pote, comidas veganas… As opções são infinitas. Se você gosta de cozinhar, pode ser uma ótima oportunidade de empreender. 

8. Fotografia

O trabalho de fotógrafa permite que você seja sua própria chefe e escolha os seus clientes. Se você gosta de fotografias, recomendo fazer cursos e investir em equipamentos de qualidade. 

Faça um portfólio e divulgue, divulgue e divulgue. Redes sociais, Linkedin, Get Ninjas… Esteja em todas as plataformas para que as pessoas te encontrem. 

Faça algo diferente! Inove, ofereça uma proposta diferente que destaque suas fotografias e te torne única no mercado. 

E foque nas redes sociais. Poste suas fotografias, mostre o processo de fotografar, os bastidores, como você edita e dê dicas de ângulos e edição para os seguidores.

Um bom posicionamento online vai gerar clientes e reconhecimento do seu trabalho. 

Pronta para empreender?

Empreender tem seus desafios, mas pode ser a solução dos seus problemas. Poder acompanhar de pertinho o desenvolvimento do seu filho(a) não tem preço, e sabemos como pode ser difícil conciliar todas as demandas de trabalho e a maternidade trabalhando fora.

Ao empreender, você ainda terá que se dedicar para fazer o seu negócio crescer, mas poderá fazer isso perto da sua família e com horários flexíveis.

Esperamos que com este artigo, você tenha conhecido e aprendido formas de empreender e transformar sua vida para melhor, pois você merece! 

Gostou do post? Leia também:

Para mais infos:

E-mail: bruna.teixeira@helptechnology.com.br

Whatsapp: Bruna Teixeira

Telefone: (11) 4746 8556 (São Paulo)
Telefone: 0800 591 5517 (demais localidades)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *