Marketplace de franquias: Como funciona e as vantagens desse mercado

franquias

 

 O marketplace é um modelo de negócio que tem sido cada vez mais adotado pelas franquias.

Com as lojas físicas fechadas nos momentos mais críticos da pandemia, o setor precisou se reinventar. Consequentemente, investir no comércio eletrônico e em franquias  

Por isso, as franquias lidam com grandes desafios. Como manter a operação e o faturamento? De que forma continuar vendendo? Para resolver essas questões e tantas outras, os franqueadores atentos à transformação digital viram os marketplaces como solução. Principalmente para manter as vendas, a padronização, os clientes e a qualidade.

Em busca de ir além das lojas físicas, uma das tendências das franquias é investir no marketplace, que nada mais é do que uma grande loja virtual que permite que diferentes lojistas virem seus parceiros de vendas.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), de 2020 até hoje, a quantidade de franquias que começaram a usar a plataforma subiu 72,2%, o que ajudou muito o setor a potencializar suas operações e faturamento e, principalmente, a suavizar o impacto das restrições no funcionamento do comércio devido à pandemia

O  marketplace para franquias, é  utilizar as mesmas matérias-primas e insumos ajuda a padronização. Como consequência, fica mais fácil controlar a qualidade dos produtos. Por isso, o franqueador deve ter seus fornecedores estruturados antes de transformar sua franquia em marketplace.

Nesse cenário, o que ajuda é a homologação de fornecedores. Na homologação, os fornecedores são selecionados de acordo com os padrões estabelecidos pelo franqueador. Dessa forma, os franqueados só podem comprar insumos de fornecedores selecionados pelo dono do marketplace.

O que acontece é que muitos gestores não enxergam a oportunidade que têm em mãos. A ideia de criar um e-commerce não é de excluir os franqueados mas, sim, de envolver toda a cadeia comercial.

A união faz mesmo a força e neste caso, ela pode ajudar não só a faturar mais, mas também a reduzir custos, organizar fornecedores e garantir a qualidade do serviço de todas as unidades!

Em se tratando de gestão de conflitos entre franqueadores e franqueados e gestão de fornecedores, há duas soluções possíveis para franquias – ambas utilizando tecnologia de marketplace:

1.E-commerce Descentralizado: criação de uma loja virtual da franquia que utiliza cada unidade como “centro de distribuição” das compras realizadas na internet.

2.Central de Fornecimento Online: criação de um portal para cadastro de fornecedores – empresas responsáveis pelos insumos que a franquia precisa para funcionar – com o objetivo de garantir o padrão de qualidade em todas as unidades.

Há diversos tipos de plataformas de marketplace. Alguns abrangem uma grande variedade de produtos e segmentos varejistas. Outras são especializadas em determinado tipo de produto, como a Estante Virtual, focada na venda de livros novos e usados; o Elo 7, plataforma voltada para a venda de artesanato; e o Canal da Peça, especialista em peças para carros e motos. Por isso, é importante pesquisar a mais adequada ao seu setor de atuação.

 Dicas

No marketplace, diversos concorrentes dividem o mesmo ambiente virtual e, em muitos casos, vendendo produtos similares ou iguais. Assim, é fundamental buscar meios de se destacar dentro da plataforma.

Imagem: selecione fotos em boa resolução, com fundo branco, apresentando o produto em diferentes posições.

Palavra-chave: as plataformas disponibilizam aos clientes ferramentas de busca. Escolha bem as palavras-chave para que o cliente localize seus produtos.

Descrição do produto: descreva-os de forma detalhada e objetiva. Informe sobre garantia, dimensões, cores, funções, voltagens, pesos, tamanhos, entre outras características.

Vídeo: utilize vídeos, apresentando o produto e sua forma de uso. Essa estratégia atrai a atenção dos consumidores indecisos.

Resposta imediata: responda às perguntas dos clientes o mais rápido possível, favorecendo a decisão do comprador.

Ter bons fornecedores é um ponto crucial para vários negócios, concorda? Quando o assunto é franquia, essa preocupação é ainda maior. Afinal, esse fator influencia no padrão de qualidade da marca.

No marketplace para franquias, não é diferente. Logo, utilizar as mesmas matérias-primas e insumos ajuda a padronização. Como consequência, fica mais fácil controlar a qualidade dos produtos. Por isso, o franqueador deve ter seus fornecedores estruturados antes de transformar sua franquia em marketplace.

Nesse cenário, o que ajuda é a homologação de fornecedores. Na homologação, os fornecedores são selecionados de acordo com os padrões estabelecidos pelo franqueador. Dessa forma, os franqueados só podem comprar insumos de fornecedores selecionados pelo dono do marketplace.

Para maiores informaçoes entre em contato com a Help!

E-mail: marcela.rodrigues@helptechnology.com.br

WhatsApp:  Marcela Rodrigues

Telefone: (11) 4746 8556 (São Paulo)

Telefone: 0800 591 5517 (demais localidades)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *